31 agosto 2011

Como construir: Modelos de lareiras a gás

Uma lareira à gás aquece o ambiente sem criar fumaça nem sujeira. Isso acontece porque ela não gera fuligem (comum na queima de madeira). Sua chama é gerada por combustão de gás, tanto natural quanto GLP (o de botijão) – ou seja, não importa qual o tipo de alimentação tem em sua casa ou apartamento. Mas, atenção, assim como no caso dos fogões, uma lareira à gás também deve ser comprada de acordo com o tipo de gás que você pretende utilizar.

A instalação requer um ponto de gás, como o do fogão. Certifique-se de o tubo que conduzirá o gás até o ponto, sob o piso, é de cobre (de preferência do tipo classe A – meia polegada - quando a instalação tiver menos de 20 metros; instalações com mais de 20 metros pedem o tipo classe I – ¾ de polegada). É preciso deixar 4 cm do tubo aparente (para fora do chão ou da parede), onde o instalador conectará o flexível da lareira. Embora uma lareira à gás não tenha tantas exigências de projeto como uma lareira à lenha, algumas medidas ajudam você a otimizar o calor – por exemplo, caso elas fiquem dentro de caixas (quadradas ou que simulem uma lareira à lenha), é importante que o revestimento seja feita com tijolos refratários. A preparação do espaço também depende do tipo de lareira que você vai comprar:

Lareira Linear

Se a lareira for do tipo linear, é preciso preparar um berço de concreto para recebê-la. Normalmente, esse berço é uma caixa com um espaço central onde se encaixa a lareira.

Lareira de lenho tradicional

Se a lareira for com lenho cerâmico (que possui uma grelha e toras de fibra cerâmica), não é preciso fazer o berço. Basta apoiar a sua grelha sobre uma superfície qualquer.

Os dois tipos possuem sistemas para garantir a segurança durante seu uso, regulados pela ABNT. Uma válvula corta o fornecimento de gás caso a chama apague, evitando que o ambiente fique com uma alta concentração da substância. Outro sistema mede a quantidade de gás carbônico no ambiente e faz com que o aparelho desligue automaticamente caso a quantidade deste gás fique imprópria para a respiração. A chaminé não é exigida, mas pode ser um bom recurso para lareiras grandes (a partir de 1,77 cm) pois permite que o gás carbônico proveniente da queima vá embora mais rapidamente. Uma lareira à gás de 54 cm consome 150 gramas de gás por hora de uso (na chama mais alta). O tamanho da lareira deve ser proporcional ao tamanho do ambientes: uma sala de 100 m³ por exemplo, pede uma lareira de 54 cm (R$ 2 mil na LCZ lareiras). Normalmente, a instalação já vem inclusa na compra dos aparelhos (mas, lembre-se: todo o espaço precisa estar preparado, com o ponto de gás prontinho). As lareiras podem custar entre R$ 2 mil e R$ 5 mil, dependendo do tamanho (que varia de 54 cm até 1,77 m). 


Abaixo uma galeria de lareiras com vários modelos para você se inspirar.

Fonte: Regency Fireplaces
Fonte: Hearth & Home
Fonte: Heat & Glo
Fonte: Hamilton Parker
Fonte: Arizona Fireplaces
Fonte: Arizona Fireplaces
Fonte: Heat & Glo
Fonte: Quadra Fire
Fonte: Quadra Fire
Fonte: Arkpad
Fonte: Lareira a Gás na Casa do Swiss Park. Projeto da Arq. Leticia Prodocimo Andraues.
Fonte: Arkpad

1 comentários:

Wally disse...

Nem de longe se compara com a tradicional lareira a lenha :)